Post —>

Como renegociar um financiamento bancário


Como renegociar um financiamento bancário

Veja algumas dicas sobre como renegociar um financiamento com o banco

Com a redução de juros que está acontecendo, está tornando-se conveniente renegociar dívidas com as instituições financeiras, como bancos. Assim, que deve dinheiro pode aproveitar a portabilidade de crédito, assim como também a transferência da conta-salário, para conseguir poupar dinheiro . Deve-se salientar que, mesmo não sendo obrigatória a contratação de transferência da conta-salário, esta modalidade pode chegar a ser conveniente para quem utiliza alguns serviços do banco, como ser cheques especiais , cartões de crédito, etc.

As reduções de juros que vem acontecendo no mercado podem chegar até quase 90%, por isso é necessário pesquisar bastante , já que programas como Caixa Melhor Crédito, da Caixa Econômica Federal, podem tornar-se muito convenientes para quem está endividado com um crédito. A modo de exemplo, a taxa do cheque especial caiu de praticamente de 70% para só 1,35% ao mês, segundo o cliente.

Em relação à portabilidade, esta não é mais que a possibilidade que existe para quem tem um financiamento de transferir essa dívida para outra instituição com melhores condições no relativo a juros e também aos prazos de pagamento, sem precisar pagar para efetuar dita transferência entre dois bancos.

Agora, simplesmente fazer a portabilidade da dívida não vai solucionar seus problemas. É necessária uma reestruturação do orçamento da pessoa e família, visando reduzir o custo de vida relacionado a gastos desnecessários para poder chegar a uma situação financeira mais confortável.

Como renegociar um financiamento bancário

Mas, mesmo sem chegar a mexer no bolso, você pode obter um financiamento mais vantajoso. Por exemplo, pode ver qual é o spread (que é a diferença entre a taxa de juros cobrada a quem pede crédito e a taxa de juros que se paga a quem deposita dinheiro) que está cobrando seu banco e apresentá-lo para outros bancos, pedindo um spread melhor para você. No final, você pode apresentar a proposta com o menor spread para seu banco e, se este não conseguir cobrir a proposta, realizar a portabilidade para o banco com menor spread.

Outra coisa muito importante para reduzir a dívida é baixar o período de amortização dela. Já que os juros são pagos sobre o capital devido, se o financiamento foi realizado em um prazo muito comprido de anos, você estará pagando praticamente só juros e amortizando pouco e nada do capital. Assim que, se pode pagar um pouco mais, ou aproveitar que desceu a taxa de juros, tente reduzir ao mínimo o período para quitar seu financiamento, pagando a maior prestação mensal que consiga.